Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

PERDER BEM por Filipe Nunes Vicente

20.08.22

O mito de que a velhice traz sabedoria é um jogo  literário entre linhas, agradável de ver, mas só isso. Trato aqui da velhice, a verdadeira, a da Bayer.

Passo parte da  semana profissional com velhos. Não bispo que sabedoria possa trazer um corpo encalacrado, pernas inchadas, ouvidos de mercador, vista de toupeira, viuvez, solidão, vinte comprimidos por dia, dores avulsas, cabeça de manteiga. A acrescentar a tudo isto a certeza temperada de que o fim está próximo e é tão certo como os impostos.

Eles não falam de sabedoria nenhuma. Pelo contrário, dizem-me que já não percebem nada, que esqueceram quase tudo. Não compreendem o que os filhos e os médicos ( os anjos da morte) lhes dizem, não entendem por que razão não podem beber vinho ou o olival está ao abandono.

Uma secção particular vive no depósito. Ele há bons e maus mas são todos péssimos.O final da corrida ser passado numa casa que não conhecem e com pessoas que nunca tinham visto  ajuda imenso à sabedoria: sabem que é essa a verdadeira última morada e que  todos os dias são enterrados. Vivinhos da silva.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub