Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

PERDER BEM por Filipe Nunes Vicente

21.06.22

Realização profissional é uma das mais espectaculares operações de falsa bandeira dos psicólogos e jagodes associados.  Seja nas sociedades de subsistência ou nas de mercado voraz,  o trabalho é para pagar contas, para sobreviver.  Podes gostar do que fazes? Por vezes. Se me pagassem para jogar  Football Manager não digo que não gostasse. De vez em quando. O osso é outro: tudo o que fazemos por necessidade durante longas horas por dia é obrigação. Promover realização profissional no WC era capaz de não lembrar nem ao Cesariny a menos que ele tivesse escrito sobre obstipação.

Conheci um homem que toda  a vida serrou madeira. Quarenta anos  a serrar madeira. Teve filhos, cães,  caçou, enrolou-se com uma vizinha,  assou leitões,  pagou em moeda de costela a  um GNR que o chateava, sobreviveu a um cancro. Entretíamos  conversas animadas no gabinete.

Vai ter com os idiotas que te convenceram de que um homem se realiza a serrrar madeira: pode ser que te dêem valor.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub