Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

PERDER BEM por Filipe Nunes Vicente

02.05.22

O ciúme de Dejanira  é sexual, mas os ciúmes mais tóxicos que conheço são de outra natureza. A matriz é sempre um pensamento maníaco e insolente produzido por um pensador desiludido e mal amado. Dejanira acaba por dar razão a esta observação que qualquer  interesssado na  natureza humana pode fazer. Utilizo a  tradução ( excelente como sempre) de Maria José Fialho.

Para quem não conhece: Dejanira recolhe do peito de  Nesso, o Centauro,  o sangue provocado pela lança de Héracles. O Centauro tinha-a apalpado e o filho de Zeus não gostou. Dejanira aplica esse sangue numa túnica porque o moribundo prometeu-lhe que ela ficaria da posse de um encantamento especial: Héracles nunca mais voltaria  a olhar para outra mulher.  Bem, o tempo passa e Héracles trai e vola a trair e Dejanira resolve usar o filtro mágico. A coisa corre mal e o amado agonia em vez se tornar fiel . Dejanira mata-se e Hilo atira o corpo do pai para a pira apaziguando-lhe  o sofrimento.
O estásimo terceiro revela Cípris, a deusa que motiva o apetite de Dejanira,  como uma deusa do engano e da destruição. Quem está familiarizado com  as tragédias gregas sabe que os deuses desempenham um papel de ignição das forças e fraquezas humanas. Dito por mim, portanto, por um pobre leigo:  a eles tudo é permitido, os humanos é que os interpretam mal. Dejanira  foi conquistada por Héracles com a ajuda dos deuses e ilude-se desde aí. A sua soberba será por eles castigada.

Na nossa actual vidinha contentinha, inchados de importância  técnica e desdenhando tudo o que não se possa ser impingido pela publicidade ou fabricado,  As Traquínias parece um texto  tolo e deslocado. Pensa outra vez quando leres uma história banal de ciúme  e  morte.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub